Esposição os ROLEX de Chê Guevara é fechada em CUBA por ordem de RAUL CASTRO

Share Button

Especial os ROLEX de Chê Guevara

Exposição censurada em CUBA mostra alguns dos objetos usados por Chê Guevara.

Após a vitória na Revolução Cubana Chê Guevara se mudou para uma das maiores mansões de CUBA e passou a ostentar jóias e relógios de luxo. Chê era conhecido pelos subordinados como um homem que sabia viver, usava do bom e do melhor e tinha algumas manias, como nunca comer com talheres que não fossem de prata e jamais pentear os cabelos com pentes de plástico preto muito usados nos anos 50 e 60. Chê exigia pentes de osso de baleia ou de marfim.

O comandante Possuía um ROLEX para cada dia da semana e era acordado por um relógio CUCO original, avaliado na época em mais de 70 mil dólares.

A exposição, chamada de “Che em detalhes”, também exibe algumas fotografias e objetos usados por FIDEL CASTRO.

Após a visita da família OBAMA a exposição passou a ser criticada por alguns cubanos, surgiram questionamentos sobre o motivo de comunistas como Chê Guevara e Fidel Castro usar objetos expropriados de empresários capitalistas e generais que defendiam FULGÊNCIO BATISTA. A exposição acabou fechada no mês passado por ordem de Raul Castro

Diário do Brasil Informação online – A informação que você quer ouvir, ler e distribuir.

Share Button

Related posts:

Leave a Reply