“queremos nosso dinheiro!” Guiné pode declarar GUERRA CONTRA O Brasil

“queremos nosso dinheiro!” Guiné pode declarar GUERRA CONTRA O Brasil
Share Button

Guiné pode declarar GUERRA CONTRA O Brasil

O governo da GUINÉ EQUATORIAL exige os bens e o dinheiro do vice-presidente Teodoro Ngueme Obiang. O presidente do país, que e pai de Teodoro, cujos bens foram apreendidos no aeroporto de Viracopos, já divulgou nota dura e deixa claro que a coisa não vai ficar por isso mesmo.

O país tem um exército com quase 1400 soldados e uma marinha com cerca de 200 militares. O site Diário do Brasil apurou que muita gente no país ficou extremamente indignada com o que aconteceu no BRASIL. Consideraram uma afronta contra seus representantes e “seu séquito”, como dizem.

A coisa fica mais complicada por que o assunto ultrapassa a já complicada linha das relações internacionais, passando a ser coisa de família. Sete dos 9 generais que comandam a tropa são parentes do atual presidente e alguns são tios de “Teodorin”, como é chamado o vice-presidente, filho do atual presidente do país, que teve relógios, pulseiras e dinheiro apreendidos pela polícia federal brasileira.

O rapaz ficou muitíssimo indignado com a apreensão e se sente humilhado com o que foi feito pelos policiais. Ele já esteve até em jantares com o e-presidente LULA e no Brasil sempre “investe” em baladas e até em eventos de escola de samba.

É de conhecimento público que o jovem Teodorin já teve ligações comerciais com o ex-presidente Lula. O estágio 14 da investigação Lava Jato, lançado em Junho de 2015, mostra a estreita relação entre Lula, a OAS, e seu lobby em favor de empresas brasileiras que operam em vários países da África, incluindo também empresas na Guiné Equatorial.

O jovem príncipe não esperava jamais ser tratado como pessoa comum no Brasil“, disse um repórter local. A coisa só não virou um escândalo nacional pelo fato de a população local quase não ter acesso a internet e jornais. 

A Revista Sociedade Militar do Brasil publica nota em 26 de setembro sobre as exigências e reclamações feitas pelo governo da GUINÉ.

Nas redes sociais há comentários diversos e alguns acreditam que o dinheiro apreendido, que junto com os objetos ultrapassa a cifra de 65 milhões de reais, poderia ter como destino o partido do ex-presidente Lula, atualmente preso, que seria amigo do atual presidente da GUINÉ.

Aparentemente a coisa não vai ficar assim, o discurso das autoridades Guianenses está endurecido e pelo que ocorreu na África o presidente Theodoro Obiang não é daqueles que engole ofensas. Já se percebe certa inquietude nas tropas. “…  fé hostil e má ação por parte das autoridades do aeroporto Viracopos, que também deturpa a quantidade real de dinheiro e o valor das jóias confiscadas, violando as imunidades e privilégios… Governo da República da Guiné Equatorial, reitera mais uma vez as autoridades da República Federal do Brasil, para que tanto dinheiro e objetos pessoais de valor confiscado, sejam restaurados e devolvidos ao seu proprietário o mais breve possível.”

Diário do Brasil

Share Button

Related posts:

EXTRA. Como foi feita a pesquisa VOX POPULI / CUT que encontrou 6% entre Bolsonaro e Haddad!
Vôo para CUBA - LATAM FAZ promoção BOMBA na semana após as eleições
Bolsonaro e Sérgio Moro aceitariam CADEIRAS ELÉTRICAS usadas do governo dos Estados Unidos

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *