Site paga R$ 10.000 por moeda de 10 centavos com chifre na cabeça de Don Pedro

Site paga R$ 10.000 por moeda de 10 centavos com chifre na cabeça de Don Pedro
Share Button

COLECIONADORES pagam até R$ 10.000 por moeda de 10 centavos com chifre – Oportunidade de FINAL DE ANO

Pouca pessoas se interessam por numismática, o mundo das moedas. Porém, há oportunidades únicas que normalmente nem chegam ao conhecimento do público comum. Negócios milionários são feitos todos os dias. A maior parte dos grandes negócios no mundo das moedas se dá não em torno de cédulas ou moedas muito antigas, mas em torno de exemplares defeituosos, ou únicos.

No Brasil há um caso emblemático da moeda de 10 centavos do modelo 2010, já revestida de bronze, com diâmetro de 20 milímetros. Apenas uma quantidade pequena dessa moeda, que possui mais de 30 milhões de unidades circulando no país, foram cunhadas com um detalhe diferente, que passou despercebido por cerca de nove anos, até ser descoberto por acaso.

Como aconteceu

Especialistas contam que o senhor Tião, conhecido também pelo apelido de Zangado, por conta de sua baixa estatura e feições sempre sisudas – o que lembra um dos sete anões – era o supervisor de cunhagem mais antigo da Casa da Moeda do Brasil. Funcionário desde os anos 60, Tião aguardava ansiosamente uma promoção. Mas, por influência de um superior muito mais jovem, chamado Pedro, a promoção não saiu. Pedro era bastante jovem e impulsivo, impulsividade que chegou a lhe causar uma cicatriz no rosto,  ocasionada pela agressão de outro funcionário da casa da moeda, que não tolerou os gritos do rapaz.

Tião acabou se aposentando em 1987 sem a tão sonhada promoção, que o deixaria um pouco mais tranquilo na velhice.

Sabendo que teria sido preterido na promoção, Tião arquitetou um plano de vingança contra a instituição e principalmente contra o superior que o preteriu. O velho confeccionou com cuidado um molde especial para a moeda de 10 centavos. Na cunhagem de moedas os moldes são trocados a cada intervalo de 10 minutos, tempo suficiente para a cunhagem de até 3 mil moedas em cada linha. Em cada máquina são acoplados 10 moldes e assim a cada 10 minutos são confeccionadas até 30 mil moedas de cada tipo. Por hora são confeccionadas 180 mil moedas.

Zangado era o responsável pela troca dos moldes nos seus plantões. No seu último plantão – numa sexta-feira 13! – por coincidência, em uma das linhas inseriu seu “molde maligno” que havia preparado com bastante cuidado. A modificação na moeda era sutil, mas significativa e seria inserida para sempre no baixo relevo de 3 mil moedas de 10 centavos do modelo lançado em 1982, ainda cunhado em 1987, com revestimento de bronze. O velho só usou o molde uma vez naquele dia, o suficiente para que 3 mil unidades da chamada “moeda maligna” estejam até hoje circulando no país.

As moedas são cunhadas de forma que os funcionários não têm contato coma as mesmas, saem da esteira das maquinas direto para caixas seguras, em compartimentos hermeticamente fechados e com segurança eletrônica. Portanto, Zangado não chegou a manusear nenhuma das “moedas malignas” confeccionadas naqueles históricos 10 minutos.

Desvendando o mistério

A coisa só veio a tona 13 ANOS depois, quando um especialista em numismática percebeu a coisa e ligou para a casa da moeda enviando em seguida a fotografia. Nessa época TIÃO já havia falecido, mas um amigo antigo que ainda trabalhava no local se lembrou de suas palavras de despedida. Com os funcionários do setor reunidos ele se virou para o chefe – PEDRO – e disse:  “_Senhor Pedro, eu vou embora sem minha promoção, mas o meu consolo é que o senhor será para sempre um chifrudo”.

Ninguém entendeu nada naquele momento, mas Tião se referia à modificação que inseriu em 3 mil unidades da moeda de 10 centavos. O velho havia desenhado um par de chifres bastante sutis na cabeça do Príncipe Don Pedro, figura histórica que decorava o anverso da moeda em questão. De fato foi uma vingança sem sentido, que não feriu em nada o jovem supervisor, mas é fato que até hoje ele é chamado por colegas de trabalho como chifrudo do TIÃO.

Se você leu o texto completo percebeu que se trata de uma oportunidade ímpar. Esse é um texto extremamente lúdico, cabe a você agora verificar se a oportunidade está nas suas mãos e perceber a realidade da coisa. Se estiver, procure a associação de colecionadores mais próxima de sua casa. O críticanacional.info apurou que se você possui uma dessas moedas pode receber um bom dinheiro. Alguns mais entusiasmados pagarão com toda certeza de 5 a 10 mil reais por uma unidade da moeda em questão com chifres na cabeça de Don Pedro.

https://críticanacional.info – Veja QUEM SOMOS e nossa política de Publicação na BARRA LATERAL

Share Button

Related posts:

O tiro no ônibus de LULA era uma barata. Gleisi grita
Explosão na mídia! Descoberta conexão Venezuela e Guine Equatorial financiando campanha de Haddad
Bolsa Pistola? Armas financiadas em 48 vezes para os POBRES, diz Bolsonaro

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *